No Marrocos, é permitido ter a religião que quiser (o islamismo é predominante). O governo não permite que a pessoa mude de religião. Sobre isso, o governo no dia 01/04/09  declararou que:

fonte: deviantart.com

fonte: deviantart.com

“Assim como os países ocidentais e protegem a fé cristã a partir da propagação do Islã, o Marrocos tem o direito de proteger a sua religião” […], o Marrocos proíbe aos indivíduos mudar de fé e tem todo o direito de aplicar a lei.”
O governo também é contra os proselitismo, ou seja, pessoas que tentam converter outros a uma mesma religião. Como é proibido mudar de religião, também é contra a lei ser um destes.
O Estado tenta ao máximo “exterminar” os proselitistas, porém, poucas instituições apoiam. Mesmo assim, o governo do Marrocos defende a ideia de que tem o direito de proteger a religião da fé cristã.

Fonte: http://magharebia.com, acessado em 03/05/2009.

Anúncios